Parceiros

Agrupamento de Escolas Abade de Baçal

Agrupamento de Escolas Abade de Baçal

Uma das mais antigas Escolas Secundárias da Cidade iniciou a sua atividade num edifício construído em 1919, tendo nessa altura a designação de Escola Industrial Emídio Navarro. Em 1948 passou a designar-se Escola Profissional, Industrial e Comercial de Bragança, mais tarde, em 1979 Escola Secundária da Sé e em 1996 Escola Secundária Abade de Baçal.
Numa época em que a política educativa sofre mudanças compulsivas, recebe em 2010 o Agrupamento de Escolas de Izeda, alargando assim a sua comunidade Educativa e recebendo alunos do Pré-escolar ao 3ºCiclo.
E as mudanças continuaram: o Agrupamento de Escolas Abade de Baçal conheceu este ano mais uma nova realidade escolar, ao agregar com o Agrupamento de Escolas Augusto Moreno. É agora uma comunidade mais rica de recursos humanos e materiais, integrando Jardins de Infância, Escolas do 1ºCiclo, Escolas E.B.1,2,3, e a Escola Sede que ministra o 3ºCiclo e secundário, num total de 1622 alunos.
Conta atualmente com cinco Bibliotecas/CRE, integradas na RBE, modernas e bem apetrechadas, cujo objetivo fundamental é contribuir para a promoção do sucesso educativo e para a melhoria das práticas leitoras e alargamento das literacias.

Biblioteca da Escola Secundária/3 Abade de Baçal – Bragança
A Biblioteca da Escola Secundária/3 Abade de Baçal, inicialmente instalada no 3º piso do bloco central do edifício da escola, num espaço onde foram preservadas as estantes, mesmo depois das obras de requalificação de que a escola beneficiou recentemente, entrou na Rede de Bibliotecas Escolares no ano letivo de 1998/1999.
Ao longo dos anos, as instalações e o equipamento foram sendo modernizados. A primeira intervenção levou à mudança para o rés-do-chão, onde o espaço disponível tinha maiores dimensões que o anterior, tendo beneficiado da aquisição de mobiliário e outros recursos.
Posteriormente, devido às obras de intervenção, o acervo da Biblioteca foi transferido para uma sala no setor das oficinas, já modernizada. Apesar de se tratar de um espaço menor, a Biblioteca continuou a oferecer quase os mesmos serviços até à transferência para as instalações definitivas.
Desde março de 2012, a Biblioteca está instalada num espaço de dois pisos, onde se situava o anterior ginásio, e oferece os seus serviços à comunidade educativa e às bibliotecas do Agrupamento de Escolas Abade de Baçal. Logo à entrada, à esquerda, fica a zona de atendimento, em frente da qual uma estante põe à disposição dos visitantes jornais e revistas e destaca a obra de um autor. À direita fica uma pequena sala que está atualmente reservada ao Clube de Jornalismo. Junto desta sala, algumas mesas oferecem o ambiente adequado a trabalhos de grupo. A seguir à zona de atendimento, o utilizador encontra um espaço de leitura informal que permite o estudo e a realização de trabalhos. Ao fundo do primeiro piso, encontra-se a zona de audiovisuais.
No segundo piso, em frente à escada, encontram-se a zona multimédia e, contígua, outra zona de leitura informal, seguida de uma zona de estudo e uma sala de trabalho da Equipa da Biblioteca bem como uma sala de arquivo.
A Biblioteca continua, na sua missão de apoio ao currículo, de promoção da leitura e das literacias, proporcionando mais e melhores condições de aprendizagem aos seus utilizadores, dotando-os de mais competências, rumo à Escola do Século XXI.

Professora Bibliotecária:
Helena Neves Andrade

Horário da BE:
De segunda a sexta-feira das 08:30 às 17:30

Morada:
Avenida Geral Humberto Delgado
5300-167 - Bragança

Telefone:
273322163

Fax:
273331114

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 

Biblioteca Augusto Moreno – Bragança
Era o início do ano 1999 quando a Rede de Bibliotecas propôs à, então, Escola Augusto Moreno a elaboração de um Projeto de candidatura à Rede. Reuniu-se uma equipa multidisciplinar e seguimos os trâmites necessários a uma candidatura de sucesso, com vista à sua aprovação.
Decorrido o tempo previsto e a candidatura aceite, lançámos mãos a tão nobre empreendimento, na procura da rendibilização do orçamento que nos tinha sido destinado.
Da DREN, pela mão dos seus mais próximos responsáveis, nesta área, chegou a ajuda muito necessária, de planeamento, design e recursos materiais.
Nasceu uma nova Biblioteca!
A Escola ganhou uma Biblioteca maior, moderna, de estantes abertas, com um espólio novo, com recursos áudio, vídeo e informáticos. A frequência de utilizadores mudou, as regras de utilização também e o seu papel tornou-a num polo cultural da Escola e da comunidade envolvente, promovendo a articulação com as estruturas pedagógicas e dinamizando atividades livres, extracurriculares e de enriquecimento curricular, permitindo a melhoria das aprendizagens dos alunos ao nível da leitura, das literacias e da utilização das tecnologias.
Alguns anos mais tarde, a Escola passou a viver em Agrupamento (Agrupamento de Escolas Augusto Moreno) e foi necessário, de igual modo, que a Biblioteca acompanhasse as novas mudanças. Então criámos maletas de livros que periodicamente são renovadas, para que estes alunos tenham acesso a mais leituras.
Desde então, a sua melhoria foi imparável: Recursos Humanos mais qualificados, Acompanhamento da Coordenadora Interconcelhia, criação da Professora Bibliotecária, Plano Nacional de Leitura, para todos os ciclos, candidaturas a Projetos da Fundação Gulbenkian para melhorar o espólio, o Projeto aLeR+, de que nos orgulhamos desde há quatro anos, alargamento da rede informática, através do PTE, aumento de estantes para mais espólio.
E a vida desta Biblioteca continua na senda da modernização, agora integrada no recém-criado Agrupamento de Escolas Abade de Baçal e espera ansiosamente pela sua inclusão na Rede de
Bibliotecas de Bragança, ex-libris das Bibliotecas do Concelho de Bragança.

Professora Bibliotecária:
Elisa da Conceição Ramos

Horário da BE:
De segunda a sexta-feira das 08:30 às 17:30

Morada:
Avenida General Humberto Delgado
5300-167 BRAGANÇA

Telefone:
273322470

Fax:
273324675

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página WEB:
http://creamoreno.googlepages.com

Blogue:
http://palavraselivros.blogspot.pt/

Face Book:
http://www.facebook.com/becreamoreno

 

Biblioteca da Escola Básica Nº9 da Mãe D'Água-Bragança
A Biblioteca da Escola da Mãe D´Água foi pioneira na entrada para a Rede de Bibliotecas de Bragança, ao ser criada em 1999, sob a direção da Escola Paulo Quintela. Constituiu uma novidade, pelo seu mobiliário moderno e pela oportunidade de aquisição de novo e atualizado espólio, fazendo as delícias daqueles que a viram nascer.
Integrada numa Escola nova, serve quatro turmas de alunos, que diariamente a frequentam, no enriquecimento das suas aprendizagens, na requisição de livros e no desenvolvimento de atividades extracurriculares.
Hoje, integrada no Agrupamento de Escolas Abade de Baçal, continua no caminho da valorização das aprendizagens e da melhoria das competências leitoras, integrando as metas do Projeto Educativo.

Professora Bibliotecária:
Elisa da Conceição Ramos

Horário:
de segunda a sexta-feira das 09:00 às 12:30 e das 13:30 às 17:00

Morada:
Rua Trajano Oliveira
5300 – 270 Bragança

Telefone:
273327063

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 

Biblioteca da Escola EB 1,2,3 DE Izeda-Bragança

Quando a Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares entrou em contacto com a Escola de Izeda, sensibilizando para a elaboração de um projeto de candidatura à Rede, imediatamente uma equipa foi constituída, para que do projeto resultasse uma Biblioteca moderna e atrativa. A comunicação deste resultado foi acolhida com entusiasmo pela Direção e toda a comunidade educativa de Izeda.
Com a inauguração oficial deste espaço, em vinte e sete de maio de 2008, a Escola ganhou uma biblioteca maior, moderna, de estantes livres, com um novo espólio, com recursos áudio, vídeo e informáticos. A BE/CRE cativou novos públicos, aumentando a sua frequência. O novo espaço e papel da biblioteca tornou-se num polo dinamizador da cultura escolar. Hoje, promove a articulação com as estruturas pedagógicas dinamizando atividades letivas, extracurriculares e de enriquecimento curricular, permitindo a melhoria das aprendizagens dos alunos ao nível da leitura, das literacias e da utilização das novas tecnologias.
A agregação com o Agrupamento de Escolas Abade de Baçal conferiu-lhe novas valências, ganhando um catálogo on-line e integrando-a na Rede de Bibliotecas de Bragança.

Professora Bibliotecária:
Helena Neves Andrade

Horário:
de segunda a sexta-feira das 9.00h às 17.30h

Morada:
Rua Fonte dos Passarinhos
5300 – 608 Bragança

Telefone:
2733959126

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Biblioteca da Escola Básica Nº6 DO Toural-Bragança
2005 foi um ano próspero para a Escola do Toural.
Após uma candidatura à Rede de Bibliotecas Escolares, em Abril de 2005, a Escola nº6, do 1ºCiclo, do então Agrupamento de Escolas Augusto Moreno, viu nascer a sua Biblioteca, colorida, atraente e equipada para servir a comunidade educativa que a frequenta.
Hoje integrada no Agrupamento de Escolas Abade Baçal, aqui funcionam quatro turmas do 1º ao 4ºanos, que aí enriquecem as suas atividades curriculares e de enriquecimento curricular, no âmbito da melhoria das aprendizagens, das suas capacidades leitoras e das literacias.

Professora Bibliotecária:
Elisa da Conceição Ramos

Horário:
de segunda a sexta-feira das 09:00 às 12:30 e das 13:30 às 17:00

Morada:
Rua Dr. Adrião Amado
5300 – 073 Bragança

Telefone:
273327051

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Agrupamento de Escolas Emídio Garcia

Agrupamento de Escolas Emídio Garcia

Com a constituição do Agrupamento de Escolas Emídio Garcia, no ano letivo de 2012/13, surge uma nova realidade escolar, passando o Agrupamento a integrar a Escola Secundária Emídio Garcia, sede do Agrupamento e as escolas anteriormente pertencentes ao Agrupamento Paulo Quintela: EB23 Paulo Quintela, Básicas da Sé, de Rebordãos, n.º 10 - Campo Redondo, n.º 11 – Formarigos, n.º 3 - Beatas e Jardim de Infância de Santiago.
O Agrupamento, agora com uma maior comunidade educativa, abrange a educação pré-escolar, os 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, cursos de educação e formação, cursos do ensino secundário, cursos profissionais e cursos tecnológicos, englobando um total de 2060 alunos.
As quatro bibliotecas escolares incluídas na RBE são núcleos organizacionais do Agrupamento, essenciais para o sucesso educativo e para a formação integral dos alunos enquanto cidadãos críticos e autónomos.
Assim, a recente formalização do Agrupamento constituiu um passo importante para o desenvolvimento de práticas e atividades articuladas entre todas as bibliotecas, fazendo com que os serviços de aprendizagem e os diferentes suportes adquiram padrões de qualidade, capazes de satisfazer cada vez melhor as necessidades e os interesses de todos os utilizadores.

Biblioteca Emídio Garcia
A origem da nossa Biblioteca Escolar entrelaça-se na história da Escola Secundária Emídio Garcia e do antigo Liceu Nacional de Bragança. Muitos foram aqueles que desde 1862 (ano em que foi criada a biblioteca clássica) se envolveram neste projeto, imprimindo-lhe uma dinâmica própria, numa lógica de atenção às necessidades de toda a comunidade educativa, num esforço de atualização, renovação dos serviços e da coleção e, ainda, um constante apoio às atividades curriculares, extracurriculares e ocupação dos tempos livres.
Integrada, em 2001, na RBE, a Biblioteca da ESEG apostou claramente num trabalho dedicado à leitura e literacias, apoiando de forma ativa e sistemática o percurso formativo e curricular dos alunos.
Após as obras de requalificação da escola no âmbito do programa Parque Escolar (2011-2012), a biblioteca ficou instalada no Bloco A, do 1.º andar, permitindo uma mudança do equipamento, do mobiliário (que integra, também, armários restaurados da antiga biblioteca) e de alguma renovação do fundo documental, adequado às necessidades, cada vez mais exigentes, da sociedade atual. A equipa da BE ajustou à nova realidade as suas metas, contribuindo para a consecução do Projeto Educativo do Agrupamento.

Professora Bibliotecária:
Maria do Céu Santos Afonso

Horário:
de segunda feira a sexta feira das – 8:30 às 17:00

Morada:
Rua Eng. Adelino Amaro da Costa
5300-146 Bragança

Telefone:
273 331 192

Fax:
273 322 514

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
http://becreAgrupamentoescolasemidiogarcia.blogspot.pt/
http://biblioteca.esec-emidio-garcia.rcts.pt/paginas/home.html

Biblioteca Álvaro Gomes
Esta biblioteca tal como a conhecemos hoje, existe desde Setembro de 2003, data em que se deu a sua integração na Rede de Bibliotecas Escolares e em que passou a funcionar num novo espaço criado de raiz. No dia 19 de Dezembro de 2008, no âmbito da celebração dos 25 anos da Escola, foi decidido convidar o filólogo e escritor Álvaro Gomes para ser o patrono da Biblioteca.
A Biblioteca foi-se tornando, ao longo do tempo, num espaço cada vez mais procurado por toda a comunidade escolar, assumindo-se como um importante contributo para a mudança educacional, pela promoção da colaboração com os docentes e pela utilização de diferentes recursos informativos, que visam preparar os alunos para a era da informação. Com essa finalidade, o trabalho desenvolvido pela equipa da BE norteia-se pela concretização de atividades e projetos abrangentes.
Estamos conscientes de que ainda há muito por fazer, mas estamos igualmente confiantes que, com o tempo e a participação de todos, podemos tornar a biblioteca num espaço cada vez melhor.

Professora Bibliotecária:
Anabela Afonso Rodrigues

Horário:
de segunda feira a sexta feira das – 8:30 às 17:00

Morada:
Rua Bragança Paulista
5300-167 Bragança

Telefone:
273 331 157

Fax:
273 33 11 78

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
http://biblioteca-eb23-paulo-quintela.blogspot.pt/

Biblioteca da Escola Básica da Sé
A biblioteca da Escola Básica da Sé, integrada na RBE, iniciou as suas atividades em 2010/2011, ano de inauguração da escola a que pertence.
A biblioteca escolar promove nos utilizadores a aprendizagem ao longo da vida e estimula a imaginação, proporcionando-lhes as ferramentas fundamentais para terem sucesso na sociedade da informação e do conhecimento. Esta biblioteca tem forma de U e organiza-se por zonas:
- zona de receção/atendimento;
- zona de leitura informal;
- zona de audiovisuais e multimédia,
- espaço de leitura e pesquisa.

Professora Bibliotecária:
Anabela Afonso Rodrigues

Horário:
de segunda feira a sexta feira das – 9.00às 17:30

Morada:
Rua Bragança Paulista
5300-167 Bragança

Telefone:
273 332 352

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Blogue:
http://www.aepqcentroescolardase.blogspot.pt/


Biblioteca da EB1 – n.º 10 - Campo Redondo
A biblioteca da Escola do Campo Redondo começou as suas atividades no ano de 2001 abrangida pelo programa RBE. Foi remodelada no ano letivo de 2011/2012 (mobiliário e reforço documental) com o apoio da RBE.
É constituída por um conjunto de recursos físicos, humanos e documentais organizados de modo a oferecerem serviços e recursos que permitam, a todos os membros da comunidade escolar, serem utilizadores competentes da informação e tornarem-se pensadores críticos.

Professora bibliotecária:
Anabela Afonso Rodrigues

Horário:
de segunda feira a sexta feira das – 9.00 às 17:30

Morada:
Avenida Abade de Baçal
5300-068 Bragança

Telefone:
273 327 087

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Blogue:
http://www.camporodondobiblioteca.blogspot.pt/

Agrupamento de Escolas Miguel Torga

Agrupamento de Escolas Miguel Torga

É em fevereiro de 1986 que Bragança ganha a sua terceira escola secundária, a primeira na histórica freguesia de Santa Maria, na ilustre vizinhança do Castelo e do Convento de São Francisco. Contudo, tão notável e calma paisagem só se tornou uma vista quotidiana para esta população estudantil a meio do ano letivo de 1986-1987 (após breve passagem pelas instalações do atual IPJ) – 19 de março de 1987 é a data inaugural do edifício que ainda hoje se ocupa. O nome então recebido – Escola Secundária n.º 3 – traça-lhe a história e a juventude, ao longo de um quarto de século: ainda hoje, na cidade, muitos a distinguem como sendo "a 3". A denominação será depois alterada para Escola Secundária de Miguel Torga, em 1991, continuando a oferta educativa do 7.º ao 12.º ano. Uma nova etapa de afirmação e de singularidade, bem no espírito do transmontano escritor escolhido para patrono e cujo centenário lembrou, no ano letivo de 2007-2008, em ambiente festivo de abertura à comunidade, o testemunho da sua missão e prática educativa. Uma escola sempre mantida à escala humana, acolhedora e atenta.
Quando, em junho de 2012, a escola muda de tipologia, passando a designar-se Escola Básica e Secundária Miguel Torga, alarga a sua área de influência à Escola Básica de Santa Maria, à Escola Básica de Quintanilha e ao Jardim de Infância de Gimonde. A 3 de outubro de 2012, é formalmente criado o Agrupamento de Escolas de Miguel Torga, passando a ministrar todos os níveis de ensino. A figura tutelar do homem e poeta mantida no nome segue o legado que distinguiu a comunidade neste quarto de século – do patrono se colhe o que anuncia a inscrição em madeira colocada no jardim, à entrada da escola-sede: "Torga, sangue rude de terra e coragem! O teu desafio é o nosso!".

Biblioteca da Escola Básica e Secundária Miguel Torga
A biblioteca da escola-sede do Agrupamento resulta da adaptação gradual de vários espaços contíguos, ocupando a quase totalidade de uma das alas do 1.º piso, à esquerda da entrada principal. Da inicial sala exígua e com armários fechados, de há duas décadas, resta a lembrança e marcas das progressivas aberturas que triplicaram o espaço e lhe conferiram a multifuncionalidade (de serviços e zonas) que lhe permitiu integrar, em 1999, a Rede de Bibliotecas Escolares. Espaço amplo, com generosa luz natural e portas de vidro para o corredor, tem no horizonte exterior a bela paisagem do Castelo e sua história e no interior o bom acolhimento e o cuidado com a aproximação ao leitor (mesmo quando não vem à biblioteca), a promoção das literacias e de valores de cidadania. A biblioteca participa na ocupação plena dos tempos escolares, tem diversificado os serviços ao utilizador, apoiado atividades letivas e (in)formativas no seu espaço, participado em projetos na comunidade, aumentado o fundo documental (candidatando-se a projetos, por exemplo), investido em formação e em competências digitais – são reconhecidas, em particular, a atualidade da sua coleção de literatura e de audiovisuais, a forte presença nos ambientes virtuais, o apoio à pesquisa e literacia da informação bem como o bom apetrechamento da sala multimédia que passou a integrá-la em 2010. Com base em financiamento do GRBE (Requalificação 2009-2010), foi ainda melhorado o mobiliário e os equipamentos, sendo agora a necessária a diversificação do acervo para os alunos mais novos.

Professora Bibliotecária:
Cecília de Lurdes Falcão

Horário:
de segunda feira a sexta feira das – 8:30 às 17:00

Morada:
Rua de Miguel Torga
5300-037 Bragança

Telefone:
273 381 467

Fax:
273 381 467

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
www.torgabiblioteca.no.sapo.pt

Blogue:
www.lernatorga.blogspot.com

Facebook:
https://www.facebook.com/biblioteca.mtorga

Biblioteca da Escola Básica de Santa Maria
A jovem e bem equipada biblioteca abriu portas em setembro de 2010 e integra a Rede de Bibliotecas Escolares desde então, coincidindo o seu funcionamento com o do edifício em que está situada (Centro Escolar de Santa Maria), à época pertencente ao Agrupamento de Escolas Augusto Moreno.
Esta unidade passou a integrar o Agrupamento de Escolas de Miguel Torga, a partir do ano letivo de 2012-2013, servindo a população da educação pré-escolar e do 1.º ciclo da Escola em que está sediada bem como do Jardim de Infância de Gimonde e da Escola Básica de Quintanilha. Apesar de recente, tem-se afirmado como um polo dinamizador de atividades curriculares e transversais, de integração com tarefas de aula e projetos, destacando-se a vitalidade do PNL e a ligação com o teatro, procurando articulação constante entre o pré-escolar e o 1.º ciclo. Notória é a participação das famílias e de instituições locais em atividades propostas. Acolhe ainda núcleos de estágio do ensino superior, fomentando assim maior ligação à comunidade e parcerias. A maior preocupação é atualmente a necessidade de mais recursos, sobretudo lúdicos, tendo em conta o número crescente de alunos.

Professora Bibliotecária:
Cecília de Lurdes Falcão

Horário:
de segunda-feira a sexta-feira das 9:00 às 12:30 e das 14:00 às 18:30

Morada:
Rua Dr. Domingues de Castro
5300-589 Bragança

Telefone:
273 332 015

Fax:
273 381 467

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Arquivo Distrital de Bragança

Arquivo Distrital de Bragança

O Arquivo Distrital de Bragança tem como missão preservar e valorizar o património arquivístico de interesse histórico, apoiar tecnicamente a organização de arquivos públicos e privados e promover acções de divulgação cultural e educativa no âmbito dos arquivos.

O regime republicano legislou no sentido de criar Arquivos Distritais para custodiar sobretudo a documentação eclesiástica, confiscada após a Revolução de 1910. Foi na sequência dessa legislação que, em 29 de Novembro de 1916, Bernardino Machado decretou a criação da Biblioteca Pública de Bragança, com um Arquivo Distrital anexo (Decreto n.º 258 – a Biblioteca seria considerada para todos os efeitos legais, incluída na alínea I do artº 3º do Dec. Lei de 18 de março de 1911). Destinavam-se ambos a incorporar os importantes núcleos de espécies manuscritas e impressas existentes na região, na sequência da vasta legislação cultural dos primeiros anos da República, cujo ideário engrandecia a missão das bibliotecas de que dependia o futuro e dava um papel de importância decisiva aos Arquivos dos quais dependia o passado. Bibliotecas e Arquivos, na letra do decreto de 18 de Março de 1911 (publicado no "Diário do Governo" nº 65 de 21 de Março de 1916), assinado por Teófilo Braga, deveriam operar a remodelação mental do país.
Já em Janeiro de 1915 o Diário de Notícias publicava a seguinte notícia: – "A Inspecção das Bibliotecas Eruditas e Arquivos propôs ao governo a criação e instalação duma biblioteca pública no antigo paço episcopal de Bragança, destinando-se para seu fundo inicial as livrarias da mitra brigantina, do seminário diocesano e o da antiga junta geral do distrito". O Decreto atrás referido responsabilizava a Câmara Municipal pela instalação da Biblioteca e Arquivo Distrital no antigo Paço Episcopal.
Mário Salgueiro é incumbido por Júlio Dantas, Inspector das Bibliotecas Eruditas e Arquivos, de examinar in loco as livrarias da Mitra, da antiga Junta Geral e do Seminário, as quais deveriam constituir o fundo da Biblioteca Pública a criar. .
A viagem é feita em 26 de Março de 1915. O relatório enviado a Júlio Dantas, em 15 de Abril de 1915, tem as seguintes informações: a livraria da Mitra estava instalada numa vasta sala do antigo paço Episcopal e continha "para cima de 4.000 volumes, quási todos magnificamente encadernados e bem conservados…"
Na mesma sala localizava-se o Arquivo do Cabido, trazido de um velho armário da Sé. Os pergaminhos também pertencentes ao cabido localizavam-se num dos altares da capela do Paço. A documentação encontrava-se em estado de grande deterioração, sendo referido nos seguintes termos: "Cuja salvaguarda se impõe imediatamente, não só pela sua importância, que é muita, mas porque está na iminência de se perder por completo". Agravava a situação o facto de a cavalariça da Guarda Republicana estar instalada no rés-do-chão.
A Biblioteca da Junta Geral, depois da sua extinção pelo Decreto de 24 de Dezembro de 1892 ficou à guarda do Liceu. O mesmo aconteceu com a Biblioteca do Seminário que, por Decreto de 20 de Agosto de 1911, foi também cedida provisoriamente ao Liceu.
Toda a cidade apoiava a criação da Biblioteca e a Câmara Municipal responsabilizou-se assim: "conseguiria a verba necessária…, sendo indispensável a criação duma Biblioteca e Arquivo Distrital na cidade de Bragança, tão arredada dos grandes centros, onde possam ser instalados e guardados com segurança todos os papeis e documentos relativos à região cuja história vem sendo feita, com extraordinária dedicação e muita inteligência pelo já citado arqueólogo S. Francisco Manuel Alves, Reitor de Baçal."
O Decreto n.º 46350, de 22 de Maio de 1965, unificou as duas instituições, mas não lhe deu vida. Continuaram enclausurados os livros e documentos no Museu Abade de Baçal desde a jubilação do seu director, Francisco Manuel Alves (1935). Entretanto, algo foi mudando. A Direcção Geral do Património do Estado cedeu ao Instituto Português do Património Cultural o antigo Convento de S. Francisco para novas instalações. Aqui começou a funcionar a Biblioteca Pública e Arquivo Distrital de Bragança com a posse dada ao novo Director, Dr. Belarmino Augusto Afonso, a 26 de Agosto de 1985.
Porque obras de consolidação e adaptação urgiam, foi necessário encontrar instalações provisórias num bairro da antiga Quinta da Trajinha, onde permanece durante 12 anos. Os investigadores e a própria cidade de Bragança reencontram o Arquivo como instituição cultural insubstituível para a história da região. Pelo Decreto – Lei nº 60/97, Art.º 32, de 20 de Março, são extintos os serviços de biblioteca do Arquivo de Bragança, passando a designar-se Arquivo Distrital de Bragança.
O ADBGC custodia 509 fundos (ou seja 4 km de documentos) que se situam entre o séc. X e o séc. XXI e que foram ao longo dos tempos, produzidos por instituições públicas da administração central e privadas (família, pessoais).
Os Arquivos Distritais desenvolvem actualmente estratégias de intervenção activas para a preservação documental de arquivos de famílias, pessoas, empresas, que pelo seu significado cultural e relevância para a compreensão da memória social tenham adquirido o direito de serem conservados definitivamente. Através de simples protocolos, podem receber esses arquivos, em regime de doação ou de depósito - sem perda dos direitos de propriedade para os donos.
Ajudem-nos a recuperar a memória da região. O Arquivo Distrital de Bragança está junto da comunidade onde se insere, a tentar recuperar a história, os espólios documentais, privados ou públicos que, ajudam a contar a nossa história.

Diretora:
Alda Luísa Canêdo Berenguel

Horário:
Segunda a Sexta - 09H00-12H30 e 14H00-17H30

Contatos:
Rua Miguel Torga
Convento de S. Francisco
Apartado 125
5301-902 Bragança

Telefone:
273 300 270

Fax:
273 300 279

Email:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar (Provisório, a partir do mês de Fevereiro passa a Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página Web:
http://adbgc.dgarq.gov.pt/

Facebook:
https://www.facebook.com/home.php#!/groups/161671783870524/

Câmara Municipal de Bragança

Biblioteca Municipal de Bragança

A Biblioteca Municipal de Bragança é um equipamento público, de âmbito cultural, concebido para ser uma porta de acesso ao conhecimento, à informação, à educação e ao lazer.
A Biblioteca Municipal de Bragança integra, desde 1987, a Rede Nacional de Leitura Pública, coordenada pelo Ministério da Cultura.
A Biblioteca Municipal esteve localizada no antigo Centro Cultural Bragança de 1998 até Junho de 2004. A recuperação do antigo edifício do Colégio dos Jesuítas deu origem, a 10 de Junho de 2004, às atuais instalações da Biblioteca Municipal de Bragança, em plena zona histórica da cidade e com vista privilegiada do rio Fervença.

Bibliotecária:
Maria do Céu Ferreira

Horário:
De Segunda a sexta-feira - 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 19h00
Encerra ao Sábado e Domingo

Morada:
Biblioteca Municipal de Bragança
Praça Camões
5300-104 Bragança

Telefone:
273 300 850

E-mail
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
http://bibliotecamunicipal.cm-braganca.pt

Biblioteca Adriano Moreira

O Presidente da República inaugurou em Bragança a Biblioteca Adriano Moreira, instalado num edifício que recolhe já dezassete mil livros doados por aquele mestre, bem como as suas condecorações e vários diplomas e vestes académicas.
A nova Biblioteca está instalada no antigo colégio dos Jesuítas, que foi totalmente recuperado, e situa-se numa área que confronta com uma praceta a que foi dado o nome do Prof. Doutor Adriano Moreira, Presidente do Instituto de Altos Estudos da Academia das Ciências de Lisboa.
O Prof. Doutor Adriano Moreira é natural de Grijó de Vale-Benfeito, concelho de Macedo de Cavaleiros. O seu espólio fica assim na terra transmontana que tanto ama e que se orgulha de ser o seu berço. O mestre, ao agradecer a homenagem que lhe prestou o Presidente da República, sublinhou que aquele acto representa igualmente "a luta contra os políticos que são altamente responsáveis pela interioridade".

Horário:
De Segunda a sexta-feira - 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00
Encerra ao Sábado e Domingo

Morada:
Biblioteca Adriano Moreira
Praça Camões
5300-104 Bragança

Telefone:
273 300 850

E-mail:
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
http://bibliotecaadrianomoreira.cm-braganca.pt

CFAE Bragança Norte

 CFAE Bragança Norte

O atual Centro de Formação de Professores das Escolas Associadas de Bragança Norte foi constituído, em 8 de Junho de 2008, sob proposta das escolas associadas, ao abrigo do Despacho n.º 18039/2008, de 4 de Junho, tendo sido homologado pela DREN, no dia 15-07-2008, e acreditado como entidade formadora, pelo Conselho Científico Pedagógico da Formação Contínua de Professores, em 3 de Novembro de 2008.
No seguimento de uma reunião realizada no dia 8 de Junho de 2008, no Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros, com os Presidentes dos Conselhos Executivos das Escolas/Agrupamentos, que abrangem os concelhos de Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mogadouro, Vimioso e Vinhais, deliberou-se que o Centro ficaria sediado na Escola Secundária c/ 3.º ciclo Abade de Baçal, em Bragança, na capital do Distrito.
Por proposta da Comissão Pedagógica, reunida no dia 6 de Outubro de 2008, solicitou-se, à DREN, autorização para a alteração do nome, passando a designar-se CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS BRAGANÇA NORTE.
O Centro dispõe de um Banco de Recursos instalado na Biblioteca da Escola-sede.

Diretora:
Maria Elisete Conde Pereira Afonso 

Horário:
de segunda-feira a sexta-feira das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

Morada:
Agrupamento de Escolas Abade de Baçal
Avenida General Humberto Delgado
5300-167 Bragança

Telefone:
273 332 395

E-mail
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
www.cfaebn.com

Fundação os Nossos Livros

Fundação Os Nossos Livros

A Fundação "OS NOSSOS LIVROS" foi criada pelas disposições testamentárias de Doutor Artur Águedo de Oliveira em 20 de Agosto de 1973, tendo como objetivo:
"Mesmo, na sociedade atual, o livro permanece o seu instrumento mais nobre, garantia de comunicabilidade e desenvolvimento, promoção de ideias, linhas de ação, frutificação desejável dos vindouros. A Fundação terá como fim o enriquecimento cultural, a difusão do amor pelos livros, estudo, especialização e afirmação da inteligência literária e história. Desejo que o centro de cultura a erguer se amplie e cresça frondosamente, por novas deixas, ajudas e benemerência estadual, preparando estudiosos especializados, investigadores, homens de letras, tecno-profissionais, regionalistas cultos." Artur Águedo de Oliveira Bragança, 20 de Agosto de 1973. In Testamento de Artur Águedo de Oliveira, Bragança, 20 de Agosto de 1973.
O acervo bibliográfico possuído pela Fundação "OS NOSSOS LIVROS", proporcionando ao leitor colher informações acerca do passado histórico, político, sociológico, financeiro, jurídico e cultural, constitui, igualmente, um incentivo metodológico no estudo do planeamento do passado recente da História de Portugal.

Horário:
de segunda a sexta-feira - 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30
Encerra ao Sábado e Domingo

Morada:
Fundação Os Nossos Livros
Rua Trindade Coelho, nº 32
5300-061 Bragança

Telefone:
273 332 163

E-mail
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Página web:
www.fnl.org.pt